domingo, 28 de agosto de 2016

A fuga dos cabestros

Os cabrestos, que deveriam fazer o reconhecimento do "caminho do encerro", hoje, por volta das 10h00/10h30, fugiram e andam pelos xiribitais de Barrancos: um, por Vento Lolé, um outro pelos currais do galapêro, e um terceiro pela zona da Biquinha, onde partiu cancelas e derrubou paredes.
Entretanto, nos tabuados, muita gente, sobretudo crianças esperam a chegada dos cabrestos. A rua da igreja cheia de carros. E os foguetes não se cansam de anunciar que estamos em festa.
Recorde-se que este ano, o curro de touros e respetivos cabrestos, são da ganadaria Murteira Grave.
Aditamento
Depois de várias peripécias e não menos confusão, os cabrestos foram apanhados cerca das 12h30, não sendo expectável que ainda hoje venham fazer o reconhecimento do caminho do encerro, como é tradicional neste dia.
Praça de Barrancos, à espera dos cabrestos
Fotos: eB, 28-08-2016

8 comentários:

Anónimo disse...

E ainda há quem por vezes faça a sugestão de porque não os encerros a pé novamente. Se só com os mansos é isto tal seria como os dois bravos tambem,a grande parte dos cavaleiros que hoje em dia acompanham os cabrestos apenas sabem montar a cavalo (alguns nem isso) mas não tem experiência sufuciente para trabalhar com gado bravo e as consequências que isso implica.Para a fotografia na praça para isso sim qualquer um serve e fica sempre bonito!!

Anónimo disse...

Muita língua para criticar mas pouca Gana para ajudar, que eu saiba os cabresto esta manhã até à Biquinha chegaram todos juntos, mas possível pelo excesso de carros estacionados e curiosos para ver os mesmos dentro do carrito, os cabrestos espantaram-se , quanto aos cavaleiros na foto qualquer um fica bem até o que nem sabe montar a cavalo, só que quem vem trazer os cabresto à praça são cavaleiros de lazer e não pastores de gado, além de trazer os seus próprios cavalos estão apoiando a comissão de festas. Barrancos Terra Única até a criticar quem faz algo pelo povo.

Anónimo disse...

E qual é a utidade de trazer os cabrestoos a pe?!
É mesmo so para protagonismo de algums.
Se tivessem sido soltos no embarque da manga todos esses problemas poderiam ter sido evitados,poupando aborrecimentos e dinheiro a comissão de festas,pois ahora terá que alugar outro jogo de cabrestos e suportar o transporte assim responsabilizar-se pelos danos acusados!

Anónimo disse...

Barrancos terra unica e que verdade é.. e só criticar mas fazer pouco... nem sabem o que falam se teem colhoes façam....

Anónimo disse...

E esses que tantos colhões tem, tambem não se vê que façam muito e se alguma coisa fazem é porque querem, ninguem os obriga concerteza. Para fazer barracas é melhor estar quietinho.

Anónimo disse...

Tem colhoes porque todos os dias arriscam suas vidas nesse trabalho e tem gosto no que fazem ..desde o canto de cima ate a biquinhas correu tudo bem ..depois o mal foi de tantas pessoas e carros estarem onde nao deviam estar e assustaram os cabrestos... se nao entendem não falem... façam bem ou mal sempre se critica

Anónimo disse...

Ah por essa ordem de ideias mesmo que tivessem conseguidos traze-los, não poderia estar ninguem na praça e nos restantes dias de encerro ninguem poderia assistir nem sequer estar na rua ou perto da praça uma vez que os cabrestos se assustavam imenso com as pessoas e o barulho, Se trabalham diariamente nesse ramo, mais uma razão para conhecer os animais e saber até que ponto poderiam desempenhar ou não a função que se pretendia!!

Antónia Bergano disse...

AMIGO VOU ROUBAR-TE TUDO, PARA DIVULGAR.
PARABÉNS PELO TEU BOM TRABALHO E EMPENHAMENTO!
OBG.... BEIJINHOS