terça-feira, 25 de maio de 2010

A cerimónia de entregas de diplomas no Cine-Teatro de Barrancos

Decorreu ontem à tarde no Cine-Teatro de Barrancos, entre as 16h45 e as 19h30, a cerimónia de entrega dos diplomas de conclusão de cursos EFA (Educação e Formação de Adultos), Formações Modulares e processos RVCC (9º e 12º anos), ministrados pela associação Rota do Guadiana (RG)*, de Serpa.
À cerimónia, presidida pelo Presidente da Câmara de Barrancos, António Tereno, associaram-se o Presidente da Agência Nacional de Qualificação (ANQ), Luís Capucha, a Direcção Regional de Educação do Alentejo (Maria David), a Delegação Regional do Alentejo do IEFP, o Director do Agrupamento de Escolas de Santiago Maior de Beja (entidade certificadora), o Avaliador Externo da RG (João Mário Caldeira) e o director da Barrancarnes (António Baena).
A moderar a mesa a vereadora da Educação, Isabel Sabino, acompanhada pelos dirigentes da RG, David Machado e Filomena Machado. Participou, como convidada pela Rota do Guadiana, uma formanda certificada em 2009 no âmbito do processo RVCC (12º ano), a Liliana Guerreiro, que explicou aos presentes a sua experiência pessoal e as motivações que a levaram a aproveitar este programa e a concluir o 12º ano, completando um nível de escolaridade que tinha abandonado havia alguns anos. 
O Cine-teatro de Barrancos foi pequeno para acolher tanta gente - diplomados, familiares e público em geral. A encerrar a festa, o grupo  infantil de sevilhanas, Zapatito de Tacón, alegrou e encantou.
Da intervenção da Filomena Machado (RG), salienta-se  a informação sobre a origem profissional dos adultos certificados no processo RVCC ou que frequentaram formações modulares, com destaque para a Barrancarnes, SA (com 11 trabalhadores), o  Agrupamento de Escolas de Barrancos e o Lar Nossa Senhora da Conceição (com 10 cada), a Câmara Municipal (sete), a Boleta (três) e  a Junta de Freguesia (um). Os restantes eram trabalhadores de empresas de contrução civil, do comércio ou serviços ou estavam desempregados à data da conclusão do curso.
A mesa...
A Liliana Guerreiro, no momento da sua intervenção
Luís Capucha, presidente da ANQ, a explicar que a "meta do milhão... está quase!"
A entrega os certificados aos diplomados... da Câmara Municipal...
... a desempregados... que voltaram à formação...
... do Lar de Barrancos...
... da Barrancarnes,...
e do Agrupamento de Escolas de Barrancos
Entretanto, na plateia...
As Zapatito de Tacón,...
... com o salero, a arte...
e o estilo do João.
* Em Barrancos há cerca de 170 adultos diplomados pelos Centros Novas Oportunidades (CNO) ao nível do 9º e 12º anos, tendo os primeiros concluído a certificação de competências na Esdime, de Ferreira do Alentejo, em 2002/2003.  Segue-se depois, com a abertura de novos CNO,  a Rota do Guadiana, de Serpa e a Escola  Secundária de Mértola.

5 comentários:

Anónimo disse...

um bom exemplo para manter os alunos nas escola, assim não se queixem. As novas oportunidades tinham de ser revista. De qualquer forma parabéns à Liliana mais vale tarde que nunca sem duvida. Apesar

Anónimo disse...

Com o devido respeito que merece o autor do blogue,e com o direito que lhe assiste de só publicar os comentários que bem entender o que é legitmo! Penso que não deveria usar um crivo tão apertado, digo isto ao constatar que um comentário feito por mim ontem,sobre o assunto a que esta crónica se refere, não foi publicado, o que achei deveras estranho pois o referido comentário não ofendia ninguem nem utilizava palavras menos próprias, quando muito poderia conter alguma falha de ortografia,mas isso aconteçe com muitos dos que diariamente são publicados. Por isso penso não ser este o motivo da não publicação... ou seria talves por ser um bocadinho "contra corrente"...!!!!

jdms disse...

Nota do autor:
Caro/ anónimo/a, publico os comentários que entender, por a mais não estou obrigado. Recebo dezenas (já houve uma vez que ultrapassou a centena, sobre várias notícias) de comentários diariamente. Por lapso, já tenho rejeitado comentários, que depois não consigo recuperar. Talvez o seu comentário tenha sido um deles.
Agora, "contra a corrente"!? Não percebo.
Em relação a esta notícia não recordo ter rejeitado comentário algum.

Cpts.
Jacinto Saramago

Anónimo disse...

Estas novas oportunidades é mais uma das belas estratégias que o nosso governo fez! É só para fazer o número de pessoas com o 9º e 12º aumentar, para equilibrar o número com o resto da união europeia, não diga que não seja um ensino de qualidade, mas como tenho vários amigos em cursos do mesmo género tenho alguma informação sobre o tema. Em muitos casos não fazem nada de nada….é só mesmo para ganhar 400 e poucos euros!!! O que acho bastante bem, é sempre bom entrar mais algum lá para casa( a minha mãe também frequentou o do 9º e 12º) , mas um pouco mais de empenho não fazia mal nenhum sobretudo para os mais novos ….
Malta nova de barrancos deixem-se de cursos de treta, em moura há cursos profissionais de qualidade superior, a escola ajuda e a nossa câmara também apoia bastante os estudantes. (transporte)(bolsas de estudo) mas pronto não ganham 400 e poucos euros…
Mas pronto isto é a minha opinião claro!!!!

Cumprimentos kiko bergano

Anónimo disse...

pois kiko o problema esta ai.... nos 500 e tal euros... por que em vez de pagares, recebes.....acho muito bem que esses cursos existam mas para pessoas com mais idade... que por uma razao ou por outra...na altura nao teve oportunidade de estudar....mas revolta-me ver que um curso de novas oportunidades tenha direito a estagio... e um curso da secundária nao....tivemos mais trabalho, é sem duvida mais dificil.... e o que recebemos em troca!?!? NADA!!!!! enquanto cursos que oferecem facilidades de aprendizagem e ainda para mais é pago....ainda tenha direito a estágio...pfv....onde este pais vai parar.....vergonhoso... esta e tantas outras coisas...é o que dá querer subir o nivel de escolaridade.... subimos isso... e descemos em tantas outras coisas... enfim...
Cumprimentos ao meu quinto kiko!lol

Ines Santos