sexta-feira, 28 de fevereiro de 2020

Obras do (novo) posto da GNR de Barrancos ainda não terminaram

Continuam a decorrer as obras de remodelação das (novas) instalações do Posto Territorial da GNR de Barrancos. 
A empreitada, que teve início em outubro passado, foi adjudicada à empresa Sunever - Engenharia, Lda, pelo valor de 287 500 euros, com um prazo de execução de 210 dias.
pormenor das obras do quartel da GNR (novas instalações)
(Fotos: eB, 20-02-2020)

6 comentários:

João Martins disse...

Se calhar ainda vão ter que tirar a placa a dizer GNR para pintar a parede ...

Jacinto Saramago disse...

Essa é fácil João. Os erros no interior já não se conseguem corrigir.
Abç.

Anónimo disse...

Qualquer coisa serve para mostrar serviço mas as coisas não deveriam ser assim! Sempre ouvi dizer que as cadelas apressadas pariam os cães cegos e aqui pelos vistos, faz-se uma obra a pressa, cheia de erros pelos simples factos que se tem que fazer algo para o povo ver! Não deveria ser assim, deveria ser feita mas sempre e quando todas as condições estivessem reunidas! E já nem digo que o barato costuma sair caro...
Cptos.

Anónimo disse...

Queixam-se por ter e por não ter! Se a placa fosse colocada onde dizem que deveria estar, não se veria. Aprendam a dar valor ao que têm! Quantas terras não gostariam de ter, pelo menos metade, do que nós temos.
Cptos.

Jacinto Saramago disse...

Ao anónimo/a das 17h11
Mas, se ninguém se queixa da qualidade! E placas há pelo menos duas! E sim, temos tudo, falta-nos gente. E também valorizamos o que temos, por isso, entre oitras coisas, estamos a "tratar" da língua barranquenha.
Abç/cpts.

Anónimo disse...

Não são queixas, são factos que estão a vista de todos! Pelos vistos há muitas susceptibilidades por ai.... mas já agora acrescento, um belo e grande quartel para meter mais guardas que habitantes, pois como isto vai é ao que vamos chegar, daqui a pouco há mais guardas que moradores na terra!São bem-vindos e assim serão sempre mais alguns que poderão estudar o dialecto barranquenho.
Cptos.