terça-feira, 21 de Outubro de 2014

Câmara de Barrancos cria Escola Municipal de Música

O Município criou a Escola Municipal de Música de Barrancos, um projeto municipal na área da educação musical, cujas atividades terão início em novembro de 2014.
.
Descrição e objetivos
Escola Municipal de Música é uma projeto municipal, que se pretende plurianual, sob a responsabilidade do Município de Barrancos, através da sua Unidade de Ação Sociocultural (UASC)
O projeto Escola Municipal de Música tem como objetivos melhorar e diversificar a oferta educativa, criando condições para estimular a formação e desenvolvimento equilibrado através de atividades que proporcionam aprendizagens especializadas e diferenciadas, bem como:
- Contribuir para o desenvolvimento das crianças e jovens através do ensino da música;
- Enriquecer a oferta cultural do município através de um projeto de intervenção artístico/pedagógico;
- Fomentar o gosto pela música.
.
Destinatários  – público-alvo:
Expressão Musical: Escalão Único: Crianças entre os 3 e os 5 anos.
 Formação: Toda a população a partir dos 6 anos, com turmas diferenciadas de acordo com as idades.
.
Local de execução do projeto:
As atividades da Escola Municipal de Música serão desenvolvidas em instalações municipais ou cedidas para o efeito, em especial o Cineteatro de Barrancos e a sede da Sociedade Filarmónica Barranquense.
.
Carga horária semanal
Escola Municipal de Música deve criar as condições mínimas para que cada participante/aluno frequente, no mínimo, uma aula semanal (60 a 90 minutos).
.
Plano de disciplinas 2014/2015 (ver anexo)
Inscrições: Até 31 de outubro, mediante o preenchimento e entrega na CMB do boletim de candidatura.

Tempo e temperatura em Barrancos

Manhã ensolarada, com 16ºC às 7h00 (56% de humidade), prevendo-se que suba até aos 33ºC! Os dias quentes, com temperaturas acima da média para a época, a rondar os 28ºC-30ºC, deverão manter-se até sexta-feira.
.
Tivemos um verão ameno. Vamos ter um outono quente?
Torre do Relógio, Barrancos, atualmente avariado, com 30 minutos adiantado, em relação à hora certa!
Foto: eB, 21-10-2014

segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

domingo, 19 de Outubro de 2014

Já que falamos de desporto... porque não dois BFC?

... eis aqui os dois Barranco(s) Futebol Clube?!
.
o barranquenho...
Que pode seguir aqui e aqui
e o seu homónimo, ...barranqueiro...

Para seguir aqui

Barrancos promove as artes - Oficina de Pintura


O banco de Barrancos - as mudança ao longo do tempo...

 A agência do banco de Barrancos, que já foi BESCL, depois BES, e agora é Novo, desde a passada sexta-feira, dia 17 de outubro de 2014...
Agência do BESCL (público) - Barrancos 1985
Agência de BES (privado) -  Barrancos 2009
Agência do Novo Banco  (público, os prejuízos;  privado, os lucros) -  Barrancos, a partir de 17/10/2014
(Atualização do post publicado em 17/11/2009)
Adenda, em 20/10/2014:
Para saber como chegámos a esta última mudança de logótipo, sugere-se a leitura da reportagem do jornal Público, de domingo, 19-10-2014 "Crónicas do fim do império Ascensão e queda dos espíritos santo"!. Mas, atenção! A leitura da reportagem é susceptível de provocar vómito a pessoas sensíveis com tanta podridão das nossas pseudo elites financeiras e políticas (ou será politico-financeiras?)!!!

sexta-feira, 17 de Outubro de 2014

quinta-feira, 16 de Outubro de 2014

Ambiente Inteiro - novo livro de António Eloy



A sala de aulas do Estado Novo, que em Barrancos também havia...

Cortesia duma leitora.
Nota
Não é uma foto das escolas de Barrancos, mas a decoração de uma sala da chamada Escola de Cima ou escola dos Rapazes (ao fundo do corredor à direita, onde tínhamos aulas da telescola em 1980-1982 com a prof. Modesta e o Prof. Quadrado) era  parecida com esta, só não tinha as fotos do Américo Tomás, e de Salazar/Marcelo Caetano. O crucifixo por lá andou até não há muito tempo. Aliás, havia crucifixo em quase todas as salas.

quarta-feira, 15 de Outubro de 2014

Apresentado esta tarde o Orçamento de Estado para 2015

De acordo com a proposta do Orçamento de Estado para 2015, hoje apresentada pelo governo, o Município de Barrancos poderá receber o montante total de € 3 131 898 (cerca de 149 mil euros mais que em 2014) distribuídos da seguinte forma: € 2 764 791 (receitas correntes), € 307 199 (receitas de capital), € 25 864 (Fundo Social Municipal) e € 34 044 (participação no IRS).
.
Relativamente à Freguesia de Barrancos, o montante previsto ascende a €  168 634 166.343,00 (regressando aos valores de 2013)
.
Em anos de eleições legislativas, o Município Barrancos recupera cerca de 150 mil euros e a Freguesia perto de 2 290 euros. Mas, recordando o que foi dito no post anterior, ao montante total a receber pelo Município em 2015 serão retirados mais de 35 mil euros destinados ao Fundo de Apoio Municipal!
Capa do OE/2015

O Orçamento de Estado para 2015 vai ser hoje apresentado

Consta que já foi aprovado na madrugada de domingo, dia 12,  depois de 12 horas de "negociações" no Conselho de Ministros. O Orçamento de Estado para 2015 (OE 2015), que esta tarde será apresentado e entregue no parlamento, continua a penalizar os trabalhadores e reformados, mantendo as taxas de IRS, bem como a sobretaxa de 2,5% e ainda o IVA, dos mais elevados da Europa.
.
No domínio das transferências para as autarquias locais, o OE 2015, que ainda não é conhecido, apresenta mais uma novidade fortemente penalizadora e controversa: o Fundo de Apoio Municipal (FAM), que tem por objeto a "recuperação financeira dos municípios em situação de rutura financeira", cujo capital social de 650 milhões de euros, a ser financiado a 50% pelos Municípios. Neste caso, de acordo com as contas divulgadas pela imprensa, cada município verá o seu orçamento reduzido entre 35 mil e 500 mil euros, dependendo da sua dimensão, sendo estes montantes transferidos para o FAM, que irá apoiar os municípios em "rutura financeira", tal como Portimão, Nazaré, Aveiro e Vila Nova de Poiares, entre outros.



terça-feira, 14 de Outubro de 2014

"Caminando por nuestro pasado" - percursos pedestres aqui perto


O Bibo de Barrancos

JOÃO CAÇADOR - o "Bibo" de Barrancos (Baixo Alentejo)
João Caçador (Beja, 1994) é natural de Barrancos, e músico na Banda Filarmónica Fim de Século. Em 2007 aprendeu a tocar flauta e tambor com Marco Cardoso, que por sua vez herdou a arte do tamborileiro José Ramón, já falecido. A figura do tamborileiro permanece em Barrancos como herança cultural, transmitida de geração em geração, associada ao ritual do Peditório de Santa Maria, realizado pelos Festeiros da Comissão de Festas.
(Uma reportagem de Dulce Simões, em "A cultura expressiva na fronteira luso-espanhola")

Tempo e temperatura em Barrancos

Amanheceu com céu cinzento, nuvens intermitentes. Persistência de tempo instável e chuvoso, pelo menos até quinta-feira.
Quanto à temperatura: 11ºC às 7 horas, podendo subir o termómetro até aos 20ºC. Manhã fresquinha, para puxar casaco!
Torre do Relógio, Barrancos. Foto: eB, 14-10-2014

segunda-feira, 13 de Outubro de 2014

Noite de chuva, por vezes forte

Há cerca de uma hora (20h30) que não para de chover, por vezes com muita intensidade, devido ao vento. Como ultimamente, nesta zona, as chuvadas são tropicais, vamos ver o que nos reserva a noite!
Radares do IPMA  (Coruche e Loulé)
(intensidade de precipitação mm/h)
Aditamento: 14/10, às 7h50:
A chuva, que caiu com alguma intensidade, sobretudo a partir das 19h00, parou cerca da 21h15, tendo sido uma noite calma.

Celebra-se hoje pela primeira vez o "Dia Nacional do Peregrino"


Arca do Gosto - que produtos barranquenhos poderão embarcar?

Que produtos barranquenhos ou produzidos por cá poderíamos embarcar na Arca do Gosto, para preservar e continuar a provar daqui a uns anos?
.
O queijo de cabra, que compramos às escondidas, como se o vendedor fosse um criminoso! E o almêce, ainda há por cá?
O mel, que ainda conseguimos encontrar em Barrancos fruto da teimosia e tenacidade de um ou dois apicultores!
O água-mel, este praticamente desaparecido, ainda se consegue provar em Barrancos?
As azeitonas, machacadas ou retalhadas, gordais ou manzanilhas, também poderão embarcar, se ainda conseguir-mos encontrar alguém que as prepare!
O mondongo ou mocilhas de lustre, já desaparecidos ou quase (?!), mas que em Encinasola ainda domina, podendo também ser encontrado como tapa, acompanhando um copo de vinho ao balcão de qualquer bar?! 
As perronilhas, as madalenas ou as lauras, doces tradicionais que estão quase desaparecidos?
O guizo de grãos ou de feijão?
Os “nossos” eshpárragos? Os cogumelos?
As sopas de acelgas bravas, de berraças ou de beldoregas?
A sopa de batata, com poejos e ovos (há quem acrescente bacalhau)?
As nossas migas e açordas?
As morcilhas, sem esquecer os chôriços, o catalão (para assar) e outros enchidos?
.
A Arca do Gosto é um catálogo de produtos em risco de desaparecer, que fazem parte da cultura e das tradições do mundo inteiro.
Na Arca embarcam espécies vegetais e animais, mas também produtos processados, os quais, tal como a diversidade vegetal e animal, estão em vias de extinção, como queijos, carnes curadas, pães e doces, expressão de saberes rurais e artesanais não escritos, mas complexos, sendo o fruto de competências e práticas que se transmitem há gerações.
.
A Arca foi criada para chamar a atenção para estes produtos, denunciar o seu risco de extinção, convidar todos a agir para preservá-los: buscá-los, comprá-los, comê-los, apresentá-los, apoiar os produtores e, em alguns casos (quando os produtos são espécies selvagens em risco de extinção), promover a sua conservação e reprodução.
.
Atualmente estão catalogados cerca de 1000 produtos, dos quais sete são portugueses: o feijão Tarrestre, a broa de milho de Rio Frio e a laranja de Ermelo, todos de Arcos de Valdevez, a alheira de Mirandela, o queijo de Serpa, a batata-doce de Aljezur e a flor-de-sal de Castro Marim.
.
O Slow Food Alentejo irá estar presente no Salone del Gusto & Terra Madre 2014, que vai decorrer em Turim, Itália, entre 22 e 28 de Outubro, onde irão ser apresentados os "novos" produtos em risco de descaraterização e /ou desaparecimento.

Imagem e informação: Daqui
Ficha de candidatura (Arca do Gosto)

domingo, 12 de Outubro de 2014

A Terra treme amanhã às 10h13

A Terra Treme - Exercício público de preparação para o risco sísmico
(Clicar aqui para saber mais)

"Mães com estudos, filhos com canudos"

Este é o título do artigo do semanário "Expresso", ontem publicado, um dia depois de ser conhecido o nome da Prémio Nobel da Paz 2014, Malala Yousufzai, jovem paquistanesa que sobreviveu a um ataque dos talibans em 2012 por defender o direito à educação de todas as crianças.
.
Em Portugal, como demonstra o estudo citado, a educação é um direito universal, mas uns têm mais direito que outros. Segundo o estudo, "por cá, o filho de uma mulher com baixa escolaridade tem sete vezes mais probabilidade de não ter sucesso na escola do que um colega filho de uma mãe licenciada." Enquanto em Portugal a escolaridade da mãe é a variável mais determinante, a nível europeu as habilitações do pai têm mais influência.
.
Ainda, segundo o jornal, que cita a autora, Fátima Antunes, do Centro de Investigação em Educação da Universidade do Minho, neste domínio não parece haver dúvidas, "o trabalho desenvolvido pela escola para contrariar o determinismo social tem sido insuficiente".
jornal Expresso, 11-10-2014

sexta-feira, 10 de Outubro de 2014

Futsal - Barrancos Futebol Clube joga amanhã em casa

O Barrancos FC recebe amanhã dia 11 (sábado) a ACD Luzerna, para o 1º jogo do campeonato distrital de futsal, que decorre no pavilhão Paulo Guerra (17h00).


Governo "funde" empresas de águas do Alentejo

No âmbito do Plano de Reestruturação para o Sector das Águas, que se encontra em apreciação pública, o governo pretende promover "uma reorganização territorial ao nível do grupo Águas de Portugal que passará pela redução dos atuais 19 sistemas de abastecimento de água e saneamento de águas residuais para 5 sistemas regionais". No nosso caso, a Àguas Públicas do Alentejo, que serve atualmente o Baixo Alentejo, passa a abranger quase todo o Alentejo (ver imagem)
.
Segundo o governo, "são objetivos desta reestruturação":
- Reduzir as perdas de água e as infiltrações indevidas nas redes de abastecimento e saneamento;
- Reabilitar os equipamentos disponíveis;
- Promover o desenvolvimento nacional de soluções técnicas inovadoras;
- Eliminar as assimetrias tarifárias em “alta”;
- Reduzir custos operacionais e tornar as Entidades Gestoras mais eficientes;
- Praticar tarifas com recuperação integral de custos e definidas de forma transparente e independente.

quinta-feira, 9 de Outubro de 2014

3ª Rota BTT de Barrancos (22 de fevereiro de 2015)


Uma boa notícia

Boletim online garante vacinas em qualquer centro de saúde. Aproveite-se para generalizar também às consultas médicas e não só às vacinas do plano nacional de vacinação!

Tempo e temperatura e Barrancos

Segundo os avisos da meteorologia, hoje teremos "períodos de chuva ou aguaceiros por vezes fortes, acompanhados de trovoada, com possibilidade de ocorrência de fenómenos extremos de vento, embora de baixa probabilidade".
Durante a noite caíram umas pingas, mas à hora do relógio os chuviscos começaram a cair com mais intensidade. Faz falta. Venha chuva.
Quanto à temperatura, manhã amena, com 16ºC às 7 horas.
Torre do Relógio, Barrancos. Foto: eB, 09-10-2014

quarta-feira, 8 de Outubro de 2014

Ruas e lugares de Barrancos - Rua de S. Bento e Altossano

Início da Rua de S. Bento e parte do Altossano, Barrancos. Foto: eB, 16-07-2014

Evolução do desemprego em Barrancos e no Alentejo (agosto 2014)

De acordo com as “estatísticas de maio do IEFP”, Barrancos registava no passado dia 31 de agosto, 157 desempregados inscritos no centro de emprego (eram 98 em finais de junho). Na mesma data, a região Alentejo apresentava 27 529 desempregados (eram 26 589 no mês junho).
.
No caso de Barrancos, dos 157 inscritos no IEFP, há 92 mulheres (eram 48). Por grupo etário, a faixa dos 35-54 anos continua a ser a mais numerosa, com 80 inscritos, seguida dos 25-24 anos, com 31 inscrições. O grupo dos menores de 25 anos, tem 28 inscritos, enquanto os maiores de 55 anos tem 18 desempregados. Por níveis de escolaridade, o ensino secundário apresenta o maior número (67 inscritos), havendo sete com habilitações de nível superior (não houve alteração em relação a junho).

terça-feira, 7 de Outubro de 2014

Contributos para a História das Festas de Barrancos - os bailes do Quintalão

"Ninguém vai aos bailes por que preferem ficar nos cafés e nos bares até que fechem!" Este é um dos lamentos que mais se houve nos comentários anónimos deste blogue ou nas conversas do dia-a-dia!
.
Mas, será por causa dos cafés/bares ou dos horários alargados destes, que não "vamos" ao baile da fêra, mesmo que seja grátis a entrada ou haja uma "boa" orquestra? E nos "outros" bailes, por exemplo, do "dia 8 de dezembro", da Páscoa", do "25 de abril", dos Quintos, etc;.. vamos, ou também "ficamos" nos cafés?!
.
Será de "mandar" fechar os bares e os cafés, às 2 horas, às 3 ou às 4 horas!? E se fecharem a essa hora, vamos ter bailes cheios?!
.
Não pense que esta polémica é deste ano. Nem de 2013! Nem de 2010... nem sequer de 2000!! A discussão em torno dos horários dos cafés, bares ou discotecas, já vem dos anos 80 do século passado. Talvez tenha começado (?!) aquando da abertura das discotecas Parra e Talisca que, devido à sua tipologia/categoria, podiam funcionar até às 4 horas da manhã, enquanto os restantes estabelecimentos de bebidas tinham de fechar entre a meia noite e as 2 horas. Foi também naquela época que começou a ser moda (ser in) frequentar as discotecas e os bares e só ir aos bailes muito tarde, quase à hora de fechar.
.
Em 1992, por exemplo, mas também durante toda a década de 90 do séc. XX, o Quintalão do Baile da Fêra abriu as portas à meia-noite em ponto e lá dentro, até às 3 ou 4 horas da manhã, só lá estavam casais de meia-idade e pessoas mais velhas. A juventude, a partir dos 15-16 anos, até aos 30 e poucos (?) estavam nas discotecas, e na Forja ou no Top, os bares a moda. O Paçeu, outro bar, neste caso com categoria dancing, que marcou uma geração, abriria uns anos depois. Às 4 horas da manhã, quando as discotecas fechavam, e os cafés/bares também já estavam encerrados, o quintalão era invadido de malta nova. A maioria, como hoje devem recordar com saudade, aproveitavam o bilhete dos pais, de vizinhos ou de conhecidos, que pediam junto ao Quintalão, mesmo à frente do porteiro (um festêro), que nada conseguia fazer!
.
Daqueles anos, há diferenças.
- Dantes: A entrada nos bailes era paga. E as mesas também! Na Fêra de 1992 uma mesa, para os quatro dias, que incluía quatro cadeiras, custava 600 escudos (€ 3,00 na moeda atual). E vendiam-se todas! O bilhete do baile, se a memória não me atraiçoa, custou 500 escudos (€ 2,5).
- Agora: A entrada no baile é grátis e não se pagam as mesas, nem as cadeiras.
- Dantes: Com mais ou menos gente, a pista de dança tinha sempre pares a dançar. Por vezes estava cheia. Eram slows (para bailar devagar e agarrados..) para os mais apaixonados, eram valsas, tangos e passodobles, para os mais dançarinos, nalguns casos profissionais! As orquestras, mais ou menos conhecidas, como "Juanita Rivero e Terra" (na foto em 1984), muito famosa na época, tocavam até às 6 horas e faziam loooongos intervalos!
- Agora: Poucos são os pares a dançar e os que dançam fazem-no por tradição. Para quem vai aos bailes deve ter reparado que há pares "que fazem parte da fêra"! Já os víamos a dançar há 10, 20, 30 anos, quando ainda namoravam e continuam a dançar hoje, que já são pais e a maioria avós! As orquestras continuam a fazer intervalos longos, que aborrecem e dão cabo do baile, e deixam de tocar mais cedo.
- Dantes: O bufete do baile tinha muita procura e chegou a ser vendido (concessionado) por mais de 5 mil euros, não há muitos anos!
- Agora: Ninguém quer saber do bufete, sendo a comissão obrigada a "ficar com ele", quando muitas vezes não tem capacidade para fazer uma exploração capaz e rentável.
- Dantes: A juventude preferia as discotecas e os bares, enquanto os seus pais procuravam o baile.!
- Agora: A juventude e os seus pais (o jovens do "dantes") continuam a preferir os bares, enquanto nos bailes ficam os "avós"....
- Dantes:?!
- Agora:?!
Planta do recinto do baile da fêra de 1992
Cartaz do baile de 28-08-1984. Foto: "Em Barrancos", 199, de Rui Cunha

segunda-feira, 6 de Outubro de 2014

Ruas e lugares de Barrancos - vista da eira da piscina

Vista parcial, a partir da eira do Complexo Municipal de Piscina. Foto: eB, 10-09-2014

Cuidados de saúde transfronteiriços sujeitos a autorização prévia

Na sequência da Lei nº 52/2014, de 25/8, que o eB, aqui divulgou, foi agora publicada a Portaria nº 191/2014, de 25/9, qu define os cuidados de saúde transfronteiriços sujeitos a autorização prévia.

De acordo com o anexo I da portaria citadas, estão sujeitas a autorização prévia as situações clínicas
que requeiram:
a) Diagnóstico e tratamento de patologias para as quais existam centros de referência reconhecidos oficialmente pelo Ministério da Saúde.
b) Internamento hospitalar, por cirurgia.
c) Internamento hospitalar que resulte em GDH com peso relativo igual ou superior a 2.0 de acordo com a tabela de preços do Serviço Nacional de Saúde.
d) Internamento em Unidades de cuidados intensivos.
e) Tratamento em Unidades especializadas de queimados.
f) Internamento em serviços, departamentos ou Hospitais de Psiquiatria e Saúde Mental, em psiquiatria forense.
g) Cirurgia de ambulatório que requeira a colocação de dispositivo médico previsto na codificação publicada pelo Infarmed, I. P., excetuando -se as situações de suturas cirúrgicas.
h) Cirurgia de ambulatório que resulte em GDH com peso relativo igual ou superior a 2.0 de acordo com a tabela de preços do Serviço Nacional de Saúde.
i) Procedimentos no âmbito da Cirurgia plástica e reconstrutiva.
j) Tratamentos farmacológicos ou com agentes ou produtos biológicos cujo encargo mensal seja superior a 1.500 euros.
k) Tratamento oncológico.
l) Tratamentos com imunossupressores.
m) Radiocirurgia.
n) Transplantação e terapia celular.
o) Diálise renal.
p) Litotrícia renal.
q) Tratamento de incapacidade que necessite para a sua correção de cadeira de rodas motorizada, próteses de membro superior ou inferior com exceção de prótese parcial de mão ou pé, aparelho auditivo ou bitutores.
r) Análises genéticas, incluindo farmacogenética e farmacogenómica.
s) Procriação Medicamente Assistida.
t) PET|Tomografia por Emissão de Positrões, Câmara gama, Tomografia Computorizada, Câmara gama — TC| Câmara gama com Tomografia Computorizada, PET — TC|Tomografia por Emissão de Positrões com Tomografia Computorizada, PET — RM|Tomografia por Emissão de Positrões com Ressonância Magnética, SPECT|Tomografia Computadorizada por Emissão de Fotões Simples.
u) Ressonância magnética.
v) Câmara hiperbárica.
.
À cautela, mesmo admitindo que as demais situações clínicas não carecem de autorização, sugere-se que sejam solicitados esclarecimentos prévios, junto do centro de saúde local ou no Portal da Saúde.
Cartão Europeu de Seguro de Doença (CESD)

domingo, 5 de Outubro de 2014

Celebramos hoje o 104º aniversário da Implantação da República

Hoje é o segundo 5 de outubro sem feriado!
.
O feriado de 5 de outubro foi eliminado em 2013, por este (des)governo PSD/CDS, em conjunto com os feriados da Restauração da Independência e os feriados religiosos de Corpo de Deus e do Dia de Todos os Santos.
A capa do DN dando a notícia