domingo, 30 de agosto de 2015

O 2º encerro de 2015

7h00 - Céu limpo, azul, 20ºC, vento E 5 km/h, 68% de humidade. Já a praça está preparada para o 2º encerro. Ainda muitos calcorreiam as ruas vindos do baile ou indo dormir um pouco. O encerro é só às 8 horas, mas é preciso apanhar os melhores lugares no tabuado ou nas varandas da sociedade dos rapazes.
7h50 - um festêro, questionado, diz que já chegaram (os touros). Como que a confirmar, rebenta o foguete. Na rua, enquanto uns ainda descem, muitos começam a subir, em direçao à praça. Os cabrestos não tardam a passar.
7h57 - vêm ai os cabrestos, que passam de mansinho por entre grupos de jovens deitados na calçada.
8h04 - mal rebenta o foguete, abrem a porta da jaula do primeiro touro que, sem ligar aos espontâneos e aficionados, chegará à praça num minuto. Aqui, faz uma ou duas limpezas dos paus e encosta-se aos cabrestos. Um, dois, três, ... até seis vezes é "chamado" para perto da sociedade dos rapazes e tábuas da CGD,  sem sucesso. A corda começa a passar na arena. O António e o David, não tardam nada a enlaçar o novilho, que cinco minutos depois estará no curro.
8h16 - vamos de regresso à rua da Igreja, que hoje o repórter mudou de poiso, mas não teve sucesso nas fotos.
8h20 - o segundo foi uma cópia do primeiro. Sobe a rua, sem ligar a ninguém. Desilusão. Na praça, corre várias vezes entre o centro da arena e a torneira da sociedade dos ricos, dali para o centro e depois para onde se preparava a corda. Menos de 10 minutos depois estava terminado o segundo encerro. Os novilhos são bonitos, pesam cerca de 500 kg (460 e 490 kg, para ser mais preciso). Prometem um boa corrida. Esperamos que igual, ou melhor que a de ontem!
enquanto se esperam os casbrestos
os cabrestos a subir a rua
a largada do primeiro touro
a vista de quem chega tarde à praça
o segundo touro ainda estava a sair, mas já procurava-se o melhor local.
(ver aqui a reportagem possível do encerro)
Fotos: eB, 30-08-015

sábado, 29 de agosto de 2015

A tourada do dia 29 - dois touros, quatro orelhas

O título resume o espetáculo, que já havia anos não víamos em Barrancos. Novilhos bonitos, não muito bravos, boas faenas, bem nas banderilhas e muito bem nas estocadas finais.
Praça cheia. Tarde quente, muito quente: 36ºC, vento S 5 km/h, 20% de humidade. Céu cinzento, quase a ameaçar chuva (trovoadas).
Momentos da corrida. Fotos: eB, 29-08-2015

O 1º encerro 2015

São 7h25 - (céu com alguma nuvens, 18ºC, vento E 5 km/h, 64% humidade) -  já estamos à espera do primeiro encerro. Na praça, uns sobem e outros descem os tabuados. Na rua da Igreja espera-se a passagem dos cabrestos, mas ainda a ninguém se ouviu dizer "já estão ai" (os touros, claro, vindos em jaulas desde as Mercês - Couto de Fornilhos).
Entretanto, na rua da Igreja, alguém passa a espalhar um zum-zum ou o diz-que-diz: "quem serão os que apanham os touros este ano"? A interrogação é pertinente, mas nada que atrapalhe a comissão que, ao subir a rua, vem dizer "já chegaram". Os touros, claro... O foguete confirma.
7h50 - os touros já estão no fundo da rua, faltam os cabretos que, pouco depois, começam a subida por entre a aficion deitada no meio da rua.
8h07 - já o primeiro touro sobe a rua cheia de gente,mas sem se importar com ninguém. Na praça, junta-se aos cabrestos, dá uma ou duas voltas e amansa. No tabuado, o António Violante e na arena o David Rúbio (tendo o irmão Ricardo, por conselheiro), enlaçam o bicho à segunda ou terceira tentativa. Fácil e simples, sem história este touro.
8h30 - o segundo vem já por acima, mais metediço que o primeiro, mas sem importunar os aficionados que o aguardavam na rua e nas varandas. Na arena, foi mais atrevido que o anterior, fez subir várias vezes a rapaziada nos paus. Entretanto, dois nossos conhecidos de outros anos, o Gonçalo, na praça e a mãe do Gonçalo, debaixo do tabuado a chamar por ele, alertavam a aficion, que pouco conseguia ver, que o touro estava perto dos paus e corriam perigo.
Às 8h45 o touro estava enlaçado e caminhava para os curros, quando o escriba de serviço interrompeu a reportagem e foi comprar uns eringos (churros) para o segundo pequeno-almoço, que isto de encerros dá fome. Até logo!
Momentos do encerro, antes da largada do primeiro touro
(Fotos: eB, 29-08-2015)
o primeiro touro...
o segundo...
... e a vista, no tabuado das finanças. (Fotos: eB, 29-08-2015)
(ver  aqui a reportagem do 1º encerro 2015)
 

Sequência do leitor JCR, 29-08-2015

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

A procissão - começou bem e acabou melhor

Eram 6 e 25 da tarde (com 34ºC!) quando se ouviu o foguete (morteiro) a avisar que a procissão "ia sair da igreja". Na praça pequena, Praça do Município, por donde sai a procissão do dia 28, muita gente se apinhava e esperava. A banda já tinha chegado há algum tempo. Na porta da sacristia, entravam e saiam quem estava "escalado" para levar a Nossa Senhora, o Sº José ou até o Menino Jesus. Havia também quem esperasse para levar o pálio do pároco.
A procissão começa a andar. Entra na rua Cónego Almeida  e segue em direção a Sº Bento/Altossano. Nestas ruas e um pouco pelas demais, por onde passou a procissão, respeitou-se o aviso de "não estacionar - passagem da procissão", colocado nas vésperas.
A procissão prossegue. Em cada esquina, travessa, há sempre mais alguém que entra na fila e faz com que a procissão esteja muito bem composta. Quando recolhe, cerca das 20h30, a procissão tinha o dobro do comprimento. Das quatro esquinas à praça pequena, um continum de gente também fazia a procissão. 
A procissão. Fotos: eB, 28-08-2015

Os festêros para 2016

A Comissão de Festas de Nossa Senhora da Conceição de Barrancos 2015/2016, indicada pela comissão anterior (2015), hoje divulgada oficialmente na Missa Solene, tem a seguinte composição (ordem alfabética):
.
.
Felicidades aos jovens festêros.

O encerro dos cabrestos

Chegaram mais cedo (10h05) do que estava previsto, mas na rua da Igreja e na praça era muita a pequenada que já andava a fazer o "encerro" desde as 9 horas.
Momentos do encerro dos cabrestos. Fotos: eB, 28-08-215
(este ano, entre os cavaleiros, nota-se a falta do Manuel Violante, a quem o eB deseja rápidas melhoras)