domingo, 25 de Julho de 2010

Festa no Parque

A Comissão de Festas de Nossa Senhora da Conceição de Barrancos promoveu ontem à noite uma Festa no Parque, com a participação do Grupo Coral Os Arraianos, a Banda Filarmónica Barranquense e o duo de música popular José Mendes e Doris.
Numa noite quente, com a temperatura a rondar os 32º C  (22h), foram muitas as pessoas que se aproximaram do Parque de Feiras e Exposições de Barrancos, para assistir a um bom espectáculo.

5 comentários:

Anónimo disse...

Parabéns á comissão de festas pela iniciativa. Esteve uma noite espectacular. Adorei rever os arraianos, espero que continuem. E a nossa banda? Tanta qualidade. Parabéns ao Roque pelo grande trabalho. Espero que se realizem mais espectaculos no Parque de Feiras ante do fim do verão.

Cumprimentos,

Tiago Raposo

Anónimo disse...

Um espaço muito fixe, para a malta se divertir.
A Comissão podia fazer a partir de agora todos os sábados uma festa lá, mas sem gastar muito bastava meter um DJ a passar música como habitualmente se faz nos bares, tirar uma licença até mais tarde e a somissão explorava, era uma boa forma de eles fazzerem mais algum dinheiro que temos a festa à porta e as noites estão agradaveis para aproveitarmos todos aquele espaço...
Parabéns pela iniciativa

Anónimo disse...

O quintalão de festas está à venda?
Se sim, significa que a animação noturna da fêra passa para o parque de feira e exposições?
Quando, este ano já?
A ser verdade para mim é fabuloso pois o parque e arredores tem um "milhão" de melhores condições que o quintalão para se fazer a festa.
Já há 4 anos que devia ter sido assim.
Cmps.

Anónimo disse...

Concordo plenamente!!!
O quintalão está completamente ultrapassado!
Talvez a fêra tenha perdido algum brilho por não se ter feito essa mudança atempadamente. O Quintalão não tem condições para nenhum tipo de espectáculo mesmo nos bailes da fêra as orquetras não podem montar metade do equipamento porque não cabe no palco.

Anónimo disse...

vivo em Barrancos, frequento todos os café e ainda não houve dizer que o quintalão estivesse à venda.