quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Tentativa de rapto de docente da EBI de Barrancos (3ª Actualização)

Uma professora da EBI de Barrancos foi esta tarde objecto de agressão e tentativa de rapto na estrada das Cumbres, a cerca de 4 Km da Vila de Barrancos, por cinco desconhecidos que se faziam transportar num Fiat Punto cinzento (registado em nome de um cidadão brasileiro), que abandonaram na Serra da Gata.

A resistência da docente e a aproximação de uma viatura da GNR de Barrancos, que estava a patrulhar a estrada,  provocou a fuga dos meliantes pelo caminho das Taipas, na zona da Mina de Apariz, tendo na fuga disparado um tiro que quase atingia um militar. A GNR de Barrancos, que entretanto foi reforçada com pessoal de outros postos territoriais, montou um  dispositivo de  perseguição e captura dos criminosos, que ainda se mantém.

Actualização 1
Notícia não confirmada, de há cerca de uma hora atrás (cerca das 20h00), dava conta que a GNR tinha detido dois cidadãos (romenos ou de etnia cigana), aparentemente não relacionados com o caso.

Actualização 2
"Um assaltante morto e dois detidos, é para já o resultado da operação de captura dos homens envolvidos na tentativa de assalto que ontem ocorreu na EN 258, a 7 quilómetros de Barrancos. Voltou a haver troca de tiros entre a GNR e os assaltantes, da qual resultou a morte de um dos individuos. Serão cinco os envolvidos, existindo dois ainda a monte." Fonte: Rádio Voz da Planície (Beja)

A captura ocorreu na ponte do Ribeirinho, perto de St. Aleixo da Restauração, onde os meliantes terão tentado roubar uma viatura, depois de atingir gravemente o seu proprietário. Na troca de tiros com as autoridades, resultou um morto e a captura dos dois assaltantes.

Actualização 3
Consta que os dois criminosos que ainda andam a monte estejam refugiados na zona da Serra Colorada e baldio, tendo sido alertada a população da zona para reforçar a segurança das casas/habitações. Várias pessoas com montes na zona, regressaram apressadamente a casa.

Actualização 4
21h10-04022009
Continuam a monte os dois assaltantes que foram avistados na zona da Serra Colorada/Baldio, muito próximo da Vila e da fronteira espanhola. A população está alerta e vigilante.

25 comentários:

Vânia Reganha disse...

Para quem anda na estrada todos os dias é uma cagaço dos grandes eu pelo menos nos próximos dias vou andar cagadissima, se cheirar mal jà sabem.
Grande susto o da Professora, desejos de que se recomponha rápidamente desse enorme susto.
E façam mais patrulhamentos que a estrada é solitária não se vê um "quique", nunca é demais pedir, aqui fica o registo.
Cpts Vânia

Anónimo disse...

bem importa referir que a gnr estava ja no alcançe dos fugitivos,a prof.sequestrada foi logo socorrida porque a GNR estava a patrulhar a estrada e foram no alcançe dos criminosos tendo estes disparado um tiro que so por milagre nao acertou num militar,por isso pode se dizer que nao foi falta de patrulhamento.qualque das formas D.vania fica registado.critica se por falta nestas coisas,kuando é o balao no miradouro ou controlar os horarios dos bares tambem se critica,afinal quer se mais ou menos patrulha??

AnaC. disse...

Atão afinal não era um fiat punto cinzento??
Eu vinha de Beja e na estrada de Stº Aleixo a GNR mandou parar e informou do que se passava,mas disse que era um Fiat Punto cinzento... Depois, de Stº Aleixo a Barrancos vim escoltada por um carro da GNR, a civil, que vinha á minha frente, pois trazia uma bebé e os GNR disseram que eles estavam armados e que podiam tentar fazer "carjacking"...
Eu também apanhei um bom susto...

Espero que os apanhem..... mas duvido!

Cpts.

Homen de Negro disse...

É verdade, grande susto que a professoara apanhou. Tambem foi minha professora quando eu ca andava nesta escola e tenho enorme respeito e consideração por ela pois, para alem de ser uma professora muito professional é uma pessoa fantastica, espero que e recomponha rapidamente. Jacinto vou fazer duas correções ao teu post: a primeira é que a viatura é um fiat punto e não um opel corsa, a segunda é que eles eram 5 e deixaram o carro abandonado e com as portas abertas ao pe da serra da gata e é nessa zona onde a GNR e outros elementos de sgunrança policial estão a fazer patrulha com mais intensidade. Uma coisa é certa as duas estradas são muito sozinhas como a Vânia bem disse espero que a GNR continue a patrulhar tanto a estrada que vai para a amareleja como a que vai para safara. Espero tambem que apanhem esses gajos e que paguem.

Vânia disse...

Aim bonito das 20:26, ninguém escreveu que haja falta de patrulhamento, mas sim, que se faça mais dahhhhhhh.... Além do mais sou 100% a favor da fiscalização seja do que for, mesmo quando sou a própria a infrigir. Mais, às vezes para não dizer sempre as críticas são feitas porque nem todos são fiscalizados com a mesma conta e medida.

Anónimo disse...

A estrada é solitária!! Essa é demais!!! Vânia, só te lembraste de dizeres isso por causa deste incidente ou porque realmente queres mais patrulhamento nas estradas de Barrancos e tinhas-te esquecido de comentar e registar?!
Se fazem porque fazem, se não fazem porque não fazem! Enfim...
Foi um incidente grave, muito grave e de lamentar! Infelizmente a senhora estava no local errado à hora errada... podia ter acontecido a qualquer um.
Felizmente a senhora saiu ilesa. Espero que consigam apanhar os deliquentes e que paguem pelo crime que cometeram!

Homen de Negro disse...

Se esse dois detidos não estão relacionados com o caso porque razão os deteram?? Espero que váis actulizando o post sempre que tiveres novidades. Obrigado

Homen de Negro disse...

Noticia publicada no DN sobre este caso: http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1485842&seccao=Sul

Anónimo disse...

Me parece que a Vânia tem um fã e ainda não sabe. Este anónimo só esta a comentar o que a rapariga diz, verás tu que a estrada tem muito movimento e a rapariga esta a dar uma grande mentira, haja pacienciência. Ela tem razão, quse sempre diz poucas e boas eheheh
Anjo da noite

Anónimo disse...

anjo da noite ou 1 ou varios anonimos pode nao ser 1 apenas,he,he!!secalhar nao caiu em graça com aquele comentario e pode haver quem se sinta ofendido vai dai...pouco tempo na estrada muito na net,lol,mas se nao tem paciençia come batata.bem mas o importante é que parece que desta "filme"ninguem se aleijou ou pelo menos do lado dos bons.

lisbon to night disse...

Vânia vou brincar mas pelo visto alguém não concorda contigo por isso dedico-te esta:
Que la detengan es una mentirosa, malvada e peligrosa yo no la puedo controlar eheh óbviamente que estou a ironizar e é claro que não há muita segurança na estrada que em muitas zonas para além de não ter rede de telemovel não encontramos um carro na estrada, mas só quem a usa é que sabe os outros imaginam mas não sabem.
Mas cenas destas acontecem muito por estas bandas. Bjos
lisbon to night

Anónimo disse...

2 presos 1 abatido a tiro

Maria disse...

Que pena ter sido só um... pena terem falhado os outros rsrsr. Nunca me passou pela cabeça que cenas destas se passassem no meu Alentejo profundo e ainda por cima perto da minha terra.De facto aquelas estradas precisam de ser mais patrulhadas, pois o movimento por lá é mt pouco e podem fazer o que quiserem à vontade, que ninguém dá por nada. Que sorte a dessa professora, espero que se recomponha depressa pois não deve ser nada fácil passar pelo que ela passou. A Vânia tem tda a razão.E força Jacinto para continuar com o blog que nos faz mta falta.
Laura Sequeira

Homen de Negro disse...

Tres ja tão, dois capturados e um abtido. Esta manhã bem cedo tive de viajar ate Évora e fui detido por duas vezes por agentes da GNR. A primeira patrulha estava logo no alto das cumbres e a segunda tava depois da ponte na estrda que vai ate amareleja. Qundo voltei pa tras fui detido mais uma vez para dar informação se tinha vito algo de estranho na estrada. A resposta foi negativa, mas, quando ca cheguei disseram-me que os dois restantes elementos andavam na zona do baldio eu pensei logo que fosse mentira mas a a verdade é k desde o miradouro viam-se varias viaturas a dirigiren-se para a fronteira. Espero que apanhem os outros dois que faltam.

AnaC. disse...

Os sapadores que estavam a trabalhar em frente ao posto fronteiriço viram nos currais da frente um homem de camisola vermelha a saltar uns muros. Avisaram a GNR e a resposta que lhes deram é que se tinha camisola vermelha não era nenhum dos fugitivos, pois os fugitivos tinham camisola azuis.......
E eu pergunto:
- Porque não foram lá confirmar???
- Quem era o homem de blusa vermelha que andava ali??

Os sapadores são todos de Barrancos e aqui todos nos conhecemos, ou seja, o tal da camisola vermelha não era de cá.
Então que fazia ali nos currais???

Também não percebo porque a GNR abandonou de seguida os postos onde estavam, pois se os fugitivos estavam na zona, aproveitaram e fugiram logo...

O pior é que tá o povo todo em "alvoroço" porque pensam que podem vir de noite ao povo procurar comida e talvez uma viatura qualquer para poderem fugir...

Eu vou já pôr um papel no meu carro a dizer:

"NÃO TEM GASOLINA!!!" lol :)

jdms disse...

Nota do autor:
Como é bem natural, numa situação destas, o medo leva as pessoas a comentar tudo e mais alguma coisa...
Sei que a GNR de Barrancos têm a situação controlada, não havendo necessidade de alarmismos.

Cpts.
Jacinto Saramago

Anónimo disse...

Eu acho k devemos deixar a GNR trabalhar e nao tar a duvidar dos seus metodos. Eles la sabem nao somos nos... o certo e k toda a gente critica a GNR mas se nao fossem eles ontem(por casualidade ou nao)sabe la deus o k se poderia ter dado. Vania tens toda a razao. A rapariga nao disse k nao havia patrulha, disse que era uma estrada soltitaria devido a sitio em k barrancos se encontra. A GNR esta a fazer um optimo trabalho. Espero k os apanhem a todos.
Maria Joao! Força!

kiko disse...

bem ke populaçao....depois disto vamos por patrulhas 24 horas por dia nas cumbres e outra na fronteira....porque temos uma populaçao de 200000 habitantes e os niveis de criminalidade sao muito elevados... por favor pessoal, uma patrulha por dia nao pode estar em todo o lado.e nem sempre é feita com veiculo. em dia de festas e de copos ninguem se lembra da gnr...
olha ke acabe tudo bem, é o ke espero.

KIKO BENENO OU BERGANO

Anónimo disse...

Acho que o anónimo das 21:59 tem razão. Penso que não seja uma questão de ser fã ou não das opiniões dos outros, mas é mais que obvio que, seja qual seja a estrada de “Barrancos” é solitária, tal como outras dezenas ou centenas delas por esse pais fora, é mais que obvio. É uma grande extensão e muitos quilómetros de “solidão” que se têm que percorrer, para se chegar a Barrancos ou para sair de Barrancos, mas temos que ser conscientes de que se trata de um caso isolado, sem precedente na zona. Não acredito que a partir de agora em diante, a GNR faça mais ou menos patrulhamentos, é ridículo pensar isso. Ou pensam que as únicas estradas “solitárias” se encontram em Barrancos? Nas grandes zonas metropolitanas, existem muitas mais do que pensam, e nem é preciso serem “solitárias” para acontecem constantemente situações destas ou muito parecidas.
Regozijo-me por não ter acontecido nada á Professora, nem a mais ninguém, até á data, pelo que vou acompanhando pela comunicação social. Espero que haja justiça e punam os criminosos que foram prejudicar a tranquilidade e paz de Barrancos, de forma momentânea, esperemos e acredito sinceramente que assim será.
Obrigado Jacinto por manteres informados todos os Barranquenhos, residentes ou não, e também todos que gostam dessa grande Vila, a qual visito todos os anos e onde tenho família.

Um anónimo com sangue “Barranquenho”.

Vânia Reganha disse...

Cada um faz o trabalho para o qual se instruiu, especializou etc e eles têm protocolos de acção/intervenção que têm que ser respeitados.
Hoje para além de estarem em prevenção, de modo a garantir a segurança dos utentes daquela estrada, também, davam informações referentes à discrição dos indivíduos, pediam-nos para termos calma, não darmos boleia a ninguém nem parar e caso vissemos algum movimento estranho deveriamos comunicar a autoridade imediatamente.
Agora acho que a GNR é criticada como outra força qualquer, por exemplo, se for um acidente ou doença súbita calha a outros como: bombeiros,médicos, enfermeiro, parente ....e por ai fora.
Vânia Reganha

Tói Guerreiro disse...

Naturalmente,que esta situação leva as pessoas a comentar e sobretudo a participar,com as variadas opiniões(apesar do anonimato),neste espaço,porque é invulgar este tipo de acontecimento na nossa terra.
Isto é um alerta,para a população,porque os tempos são outros!Em que globalização como referem,os políticos e entendidos,não cria fronteiras nas informações,nas culturas,e nos mercados do mundo.Mas existem diferenças no meu entender,são mormente os valores humanos, estes sim são fundamentais para que a mundialização existisse!
Vou-me repetir e alertar,a população de Barrancos sem qualquer sentido de alarme,para relembrar que os tempos são outros e Barrancos não foge,à regra,naturalmente na sua dimensão.

Tói Guerreiro

AnaC. disse...

Querida Maria, cada pessoa é livre de ter a sua opinião e eu tenho a minha e acho que não sou a unica a opinar dessa forma...
Mas isso agora também não interessa nada, o que interessa é que 2 ainda andam a monte! Não é??

Anónimo disse...

Kiko a questão não esta em por mais patrulhas mas quando se fala em fechar estes postos territórias como jà se tem falado por várias vezs é bom que se pense que estamos na fronteira e que como tal essa hipotece não deverá nunca ser equacionada para esta zona, deve-se pensar sim num reforço, porque quantas vezes se tem pedido ajuda e óbvio k aparecem mas estão a fazer patrulha por outras localidades como amareleja, santo amandor, sobral etc se não pergunta ao teu pai que por inerências de funções jà disse isso uma vez, não podem estar presentes em todos os lados isso é mais que óbvio e não é questionavel, ninguém em nenhum comentário que vi até agora menciona isso. É claro que isto não passa de um caso isolado e não devemos pensar mais nisso daqui a uns tempos jà não nos lembramos agora é normal que as pessoas falem do assunto porque não é uma coisa habitual, se pensarmos muito nunca mais nos governamos e nunca mais ninguém vai de casa, assim não dá, por isso resta-nos esperar para que os mesmos sejam apanhados e que seja o que deus queira, que sejamos crentes ou não quando estamos abertados é em quem se fala.
Jacinto, vai dando noticias e parabéns mais uma vez pelo trabalho.

Anónimo disse...

Barrancos: ASPIG/GNR louva trabalho dos militares, mas diz existir falta de meios


A propósito do caso de carjacking em Barrancos e da actuação dos militares da GNR, a Associação Sócio-Profissional Independente da Guarda louva o trabalho dos profissionais e diz existir falta de meios.

Os meios materiais, ao nível de viaturas, utilizados pelos militares da Guarda Nacional Republicana, nas operações de captura do grupo que assaltou uma condutora pelo método de carjaking em Barrancos, foram alvo das criticas negativas por parte da ASPIG, que louva a actuação dos militares, que apesar dos deficientes meios tiveram uma atitude a todos os níveis de enaltecer.


José Alho, presidente da ASPIG, afirma que “é necessário dar meios aos operacionais e cortar nas chefias”.

Recorde-se que a GNR tem estado a utilizar viaturas ligeiras de passageiros na procura do grupo de cinco assaltantes, defendendo a ASPIG que para a zona rural onde as operações têm decorrido, seria necessário utilizar jeeps, mas, os existentes, não terão condições de segurança para estar ao serviço.

Fonte: Rádio Voz da Planície

NOTICIA EM:http://carjacking.com.pt/2010/02/carjacking-em-barrancos-falta-de-meios-na-gnr/

Carjacking disse...

Bom dia,
Caso pretendam obter mais informações sobre o Carjacking em Portugal, acedam a www.carjacking.com.pt, onde irão encontrar notícias, formas de o evitar, entre outros.