quinta-feira, 14 de junho de 2007

Barrancos aposta no apoio aos idosos e carenciados

Foi apresentado publicamente no dia 11 de Junho de 2007 o programa APOIAR +, a promover pelo Município de Barrancos. À apresentação compareceram, entre outros convidados, o presidente do Instituto da Segurança Social, Dr. Edmundo Martinho, que apadrinhou a iniciativa.
O APOIAR+ tem como objectivo geral promover a melhoria do bem-estar e da qualidade de vida, bem como minimizar as limitações/incapacidades das pessoas a nível físico, biológico, social e/ou psicológico da população alvo.
Constituem áreas de intervenção, no âmbito do APOIAR+, a prestação de serviços e de outros apoios no domínio da acção social, tais como:
• Serviço de Atendimento;
• Serviço de Apoio e Acompanhamento Psicossocial;
• Fisioterapia;
• Actividade Física Integrada (geral e classes para lombar);
• Banco de Ajudas Técnicas;
• Oficina do Idoso;
• Banco de Medicamentos.
Com esta iniciativa pretende-se melhorar a qualidade de vida e apoiar a população de Barrancos onde, cerca de 60 em cada 100 habitantes tem mais de 60 anos, dos quais, dois terços vivem sozinhos ou estão dependentes de alguém.

terça-feira, 12 de junho de 2007

O novo aeroporto de Lisboa: a opção Barrancos

Nos últimos tempos, para não falar anos, temos vindo a debater a questão do “novo aeroporto de Lisboa”. Ota? Sim! Ota? Não!
A partir de ontem entrou em cena a CIP e apresentou ao Presidente da República o estudo que recoloca em cima da mesa a “opção Alcochete”. O governo “pondera” e manda realizar novos estudos, que deverão estar concluídos no prazo de seis meses.
Entretanto, permitam-me a imodéstia, mas se vamos estudar a opção Ota, Alcochete, Rio Frio/Poçeirão, por que não uma nova opção.
Depois de um período de reflexão entendi, sem querer fazer qualquer juízo de mérito sobre as demais projectos, apresentar um nova opção: já que o novo aeroporto não cabe no meu quintal (até porque não tenho), pelo menos que possa ficar em Barrancos, na minha terra, geograficamente situada próxima do centro da península a 250 Km de Lisboa, 130 Km de Sevilha, 600 Km de Madrid e do Porto, etc, etc, etc… são só vantagens….
Ah… já me esquecia: o aeroporto em Barrancos resolvia de uma vez por todas a questão dos acessos numa grande parte da região do interior sul - deserto e despovoado - não temos estradas ou estão intransitáveis, não faz mal, vamos de avião….

terça-feira, 5 de junho de 2007

O pequeno-almoço em Barrancos - O café Central

Provavelmente o pequeno-almoço de Barrancos é igual ao do resto do País. Mas não é disto que vou falar. Vou falar de turismo. Vou falar, neste caso, de acolhimento do turista.

Será que Barrancos está preparado para o turismo? Não! Não… está!... senão reparem neste pequeno pormenor, que pode fazer a diferença:

Em Barrancos há cerca de 20 estabelecimentos de bebidas e de restauração (este é o nome pomposo que se dá aos cafés, pastelarias, bares e restaurantes…). Sabem quantos estão abertos às 8 horas da manhã?

Não sabem? Eu digo: são apenas dois ou três, depende do dia da semana. O “Cantare”, o “Tio Currito” e o “Central”.

Sabem onde podem tomar o pequeno-almoço? Também não sabem? Eu digo: no café Central! E vocês, surpreendidos, dirão “soooó?”. Só.

Pois é! É o Café Central, junto Praça, o único local de Barrancos onde se pode tomar o pequeno-almoço. Mas atenção, à terça-feira encerra para descanso, que também tem direito a ele…

E então, dirá você agora, onde comer em Barrancos, às 8 horas? Não sabe? Eu digo: se tiver com fome e não poder esperar pelas 9h30 ou 10h00, vá a Encinasola. É isso que vem fazendo todas as terças-feiras, um amigo temporariamente a trabalhar em Barrancos. Vai a Encinasola, toma o pequeno-almoço (lá é sempre mais uma hora) e aproveita para encher o depósito de gasolina (lá é sempre mais barato…).

E então.., dirá você caro leitor, já farto de tanta parvoíce: E os demais cafés e bares? E as “Sociedades”? Abrem às nove e meia… às dez…. ao meio-dia… ou à tarde…

Em suma, falar do “pequeno-almoço” também é falar de turismo, de desenvolvimento local…

sábado, 2 de junho de 2007

Festa-convívio do NACB - 22º festeja Aniversário na Amadora

O Núcleo dos Amigos do Concelho de Barrancos (NACB) festeja hoje o seu 22º Aniversário, com uma festa-convívio na Falagueira (Amadora).
O Núcleo de Amigos do Concelho de Barrancos é “uma associação regionalista, sem fins lucrativos, fundada em 30 de Maio de 1985, por conterrâneos, na sua maioria residente fora do município de Barrancos. O NACB, com sede provisória na Casa do Alentejo, em Lisboa, tem como objecto principal o incremento do intercâmbio humano entre barranquenhos residentes e ausentes bem como o desenvolvimento sócio-cultural em geral e da comunidade barranquenha em particular.”(in estatutos)
O NACB foi agraciado com a Medalha de Mérito Municipal concedida pelo Município de Barrancos, em Agosto de 2005.
Contactos do NACB:
Mail: nac.barrancos@iol.pt
Tmv: 96 992 0130 – 96 792 0246 – 96 310 4004

sexta-feira, 1 de junho de 2007

Lisboa - a nova União Nacional

As eleições intercalares para a câmara municipal de Lisboa realizam-se a 15 de Julho de 2007.
De acordo com a imprensa são 12 as listas de candidaturas, sendo a mais original a do PS.
Segundo consta, António Costa, o cabeça de lista dos socialistas apresentou a comissão de honra de apoio à sua candidatura que reúne o "jet set do regime atraídos pelos benefícios de uma potencial vitória".
A candidatura do PS a Lisboa tornou-se numa espécie de União Nacional e a comissão de honra, que continua a engrossar, deveria ser "publicada em fascículos" e reunidas em livro a tempo das próximas eleições autárquicas, em Outubro de 2009.